Chrysler anuncia o fechamento de 25% de suas concessionárias

A montadora americana tem cerca de 3,2 mil lojas nos EUA; medida faz parte de processo de reestruturação

Associated Press,

14 de maio de 2009 | 12h04

A Chrysler informou nesta quinta-feira, 14, à corte de falências de Nova York que vai fechar 789 concessionárias, um quarto do total, como parte de seu processo de reestruturação.

Veja também:

linkVeja detalhes do pedido de concordata da Chrysler

linkAcompanhe a trajetória da Chrysler até o pedido de concordata

linkConheça o perfil da montadora norte-americana

A montadora americana tem cerca de 3,2 mil lojas nos EUA. Segundo a empresa, o plano é se concentrar em concessionárias maiores e mais rentáveis.

 

De acordo com a porta-voz da Chrysler, Kathy Graham a empresa entrará em contato com cada loja antes de informar publicamente quais delas serão fechadas.

 

Os proprietários poderão contestar sua inclusão na lista. A decisão pode ter impacto em várias pequenas e médias cidades nos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.