Chuvas e neve paralisam operação na maior mina de cobre no mundo

Escondida, a maior mina de cobre do mundo, paralisou temporariamente suas operações no Chile devido a fortes chuvas e também pela neve que afetam a região.

REUTERS

18 de junho de 2011 | 16h56

Uma frente fria atingiu no sábado boa parte do Chile, o maior produtor de cobre do mundo, fechando portos e afetando o fornecimento de energia em algumas áreas, o que deixou autoridades em alerta.

Espera-se que as chuvas persistam durante o final de semana.

Os trabalhos em Escondida, uma mina a céu aberto e localizada no norte do Chile, foram paralisados na madrugada de sábado com o objetivo de proteger os trabalhadores, segundo um comunicado.

A nota informou ainda que "as operações serão reiniciadas quando as condições climáticas não apresentem nenhum risco para os empregados...".

A Minera Escondida, controlada majoritariamente pela anglo-australiana BHP Billiton, não detalhou quanto deixou de produzir.

(Reportagem de Moises Avila e Alonso Soto)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCOBRECHILE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.