Robert Galbraith/Reuters
Robert Galbraith/Reuters

Citibank adota ações para clientes estrangeiros na Copa

Com agências em nove cidades-sede, instituição investiu em comunicação em bancos e na internet 

Aline Bronzati, Agência Estado

30 de maio de 2014 | 17h00

O Citibank adotou uma série de medidas para atender os clientes e outros estrangeiros que vierem ao País durante a Copa do Mundo. A instituição, que conta com agências em nove cidades-sede do mundial, investiu em comunicação nas agências e também em um site com informações aos turistas em vários idiomas.

No portal, que estará disponível em português e ainda em inglês, espanhol e alemão, além de dicas sobre cidades, preparativos para a viagem e como fazer saque ou câmbio em moeda local, os visitantes também terão acesso a informações sobre produtos, serviços, promoções e horário de funcionamento das agências no Brasil. Clientes e não-clientes também poderão realizar operações de câmbio em dólar americano, dólar canadense, euro e libra.

Os clientes do Citi vão contar atendimento por telefone 24 horas por dia, com profissionais treinados e bilíngues. Caso tenham problemas durante a viagem como perda ou roubo de cartão/dinheiro, eles também poderão fazer saques de emergência nos caixas eletrônicos da instituição e nas unidades do Banco24Horas. E há o World Privileges, um programa com descontos, pagamentos com condições diferenciadas, cortesias e brindes em restaurantes, estabelecimentos de entretenimento, viagens e compras.

Os funcionários do Citibank serão dispensados às 12h30 nos dias de jogos do Brasil. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) estabeleceu que durante os jogos da Seleção Brasileira de Futebol, caso não seja considerado feriado local, os bancos devem abrir ao público das 8h30 às 12h30. Nos jogos com seleções de outros países, caso não haja decreto de feriado local, o funcionamento das agências bancárias, conforme a Febraban, será normal.

Tudo o que sabemos sobre:
CitibankCopaclientes estrangeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.