Citigroup planeja reduzir fatia do governo americano

Banco estuda emissão de até US$ 5 bi em novas ações, enquanto o governo venderia fatias de sua participação

Marcílio Souza, da Agência Estado,

15 de setembro de 2009 | 10h01

Mesmo antes de o Departamento do Tesouro trocar suas ações no Citigroup, executivos do banco estavam estudando formas de diminuir a fatia do governo. Um das possíveis maneiras seria uma venda conjunta de ações. Nesse cenário, o Citi emitiria até US$ 5 bilhões em novas ações, enquanto o governo venderia simultaneamente uma quantidade indeterminada de sua participação, disseram as fontes.

 

Veja também:

linkNão haverá novo socorro ao sistema financeiro, diz Obama

especialESPECIAL: Saiba quais foram os principais fatos desde a quebra do Lehman Brothers

especialPIB cresce 1,9% e Brasil sai da recessão

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise

 

Executivos esperam que uma transação como essa possa ocorrer já no quarto trimestre deste ano. O Citigroup poderia usar os recursos obtidos com a venda de ações para resgatar parte dos papéis preferenciais que o Tesouro ainda possui. Executivos dizem que o Citi só lançaria a oferta se o Tesouro concordar em também vender as ações. O Citigroup e o Tesouro recusaram-se a comentar o assunto.

 

Alguns analistas dizem que seria prematuro para Washington começar a reduzir sua fatia. "Para que tanto o Citi quanto o governo saiam com credibilidade, o banco terá de mostrar pelo menos alguns trimestres de bons resultados e que está num caminho claro rumo à lucratividade consistente", disse o analista de bancos John McDonald, da Sanford C. Bernstein & Co.

 

Se os EUA venderem parte de suas ações no Citigroup, os contribuintes norte-americanos poderão ter lucro. O governo converteu suas ações preferenciais em ordinárias a US$ 3,25 cada uma. Ontem as ações do Citi fecharam a US$ 4,52. Isso significa que as 7,7 bilhões de ações convertidas ganharam cerca de US$ 9,8 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Citigropu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.