Citrosuco reduz prejuízo em 29% em 2011

A Citrosuco/Fischer, companhia brasileira produtora de laranja e de suco da fruta, registrou prejuízo líquido de R$ 136,512 milhões no País em 2011, queda de 29% sobre o prejuízo líquido de R$ 192,296 milhões no ano anterior. Segundo demonstrações financeiras relativas aos anos encerrados em 31 de dezembro, no ano passado a receita da Citrosuco foi de R$ 1,143 bilhão, leve queda de 1,55% ante o total de R$ 1,161 bilhão do faturamento de 2010.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

28 de junho de 2012 | 18h06

As demonstrações financeiras devem ser as últimas individuais da Citrosuco, que, no final do ano passado, teve autorizada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a fusão das operações do setor com a Citrovita, do Grupo Votorantim.

No balanço, a Citrosuco relata que "a nova companhia irá produzir, vender e exportar suco de laranja concentrado e não concentrado e os respectivos subprodutos nas seis plantas industriais brasileiras e uma nos Estados Unidos da América, utilizará o suporte logístico de cinco embarcações próprias e três alugadas e seis terminais portuários".

Segundo a companhia, "essa associação irá gerar grandes sinergias e eficiências de escala nos processos produtivo, de venda e cadeia de exportação, incrementando sua competitividade no mercado internacional". A previsão é que a nova empresa, ainda sem nome, seja efetivada "durante o ano de 2012".

Tudo o que sabemos sobre:
Citrosucobalanço2011

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.