Claro amplia planos pré-pagos e permitirá a clientes montar pós-pagos

Nova estratégia vai permitir que cliente simule na internet a quantidade de minutos e serviços que desejar

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

14 de abril de 2010 | 16h39

O presidente da Claro, João Cox, anunciou hoje em São Paulo uma nova estratégia para a comercialização de planos pré e pós-pagos de telefonia móvel. No caso do pré-pago, a operadora ampliou a abrangência da comercialização do plano fale um minuto e ganhe outros 30 minutos para planos em que os clientes têm bônus de seis ou 45 minutos. Já no pós-pago, a companhia irá oferecer planos sob medida às necessidades de cada cliente.

 

"O cliente vai poder entrar no site, simular as quantidades de minutos e serviços que desejar e o valor será calculado automaticamente", disse Cox, a respeito do plano pós-pago, batizado de "Sob Medida", mas que requer uma contratação mínima de R$ 50 mensais. Segundo ele, as opções de montagem dos planos são de serviços de voz, como ligações entre celulares Claro, fixo, longa distância ou demais operadoras, além do plano de dados, como SMS e internet.

 

No caso dos pré-pagos, a companhia ampliou a oferta do bônus de 30 minutos para cada um minuto falado, desta vez para seis ou 45 minutos, ofertados conforme for a recarga. Cox disse que a promoção do fale um minuto e ganhe 30 minutos teve a adesão de 18 milhões de clientes. O executivo evitou comentar as expectativas de adesão aos novos planos pré-pagos, mas avaliou que as categorias não devem tirar fatia dos pós-pagos na receita da companhia.

 

O executivo afirmou ainda que os funcionários dos serviços de call center foram treinados desde fevereiro para orientar os clientes sobre as novas modalidades de planos. "Não prevemos problemas aos clientes que buscarem informações por telefone", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.