Claro e Vivo poderão compartilhar rede na área rural

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu anuência prévia para que Claro e Vivo possam compartilhar redes e espectro para atendimento das metas de cobertura banda larga móvel nas áreas rurais do País.

ANNE WARTH, Agencia Estado

29 de maio de 2014 | 18h09

O compromisso foi assumido pelas operadoras em junho de 2012, quando foi realizado o leilão da faixa de 2,5 GHz, destinada à cobertura 4G. Como nenhuma operadora fez oferta pela faixa de 450 MHz, as empresas que adquiriram espectros da faixa de 2,5 GHz ficaram obrigadas a fazer investimentos na banda larga móvel rural.

Tanto Claro quanto Vivo terão que oferecer banda larga móvel por celular nas áreas rurais. O relator do processo, Igor Vilas Boas de Freitas, disse que o compartilhamento de redes pode gerar eficiência e preços menores ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:
AnatelClaroVivoárea rural

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.