CMSE reduz risco de déficit de energia no Sudeste para 4,2% em 2015

O risco de déficit de eletricidade nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil em 2015 caiu de 5 para 4,2 por cento, segundo nota divulgada nesta quarta-feira pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

REUTERS

03 Dezembro 2014 | 17h46

Segundo o colegiado formado por membros do membros do Ministério de Minas e Energia e outros órgãos do setor como Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em novembro choveu ligeiramente acima da média histórica no oeste do Estado de São Paulo e no centro-sul de Minas Gerais.

(Por Leonardo Goy)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIACMSEDEZEMBRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.