CNA estima PIB do agronegócio em R$ 524,8 bilhões em 2004

Brasília, 19 - O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio deve fechar o ano de 2004 em R$ 524,80 bilhões, um crescimento de 3,25% sobre os R$ 508,27 bilhões registrados no ano passado. A previsão foi divulgada hoje pelo chefe do Departamento Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Getúlio Pernambuco. A previsão anterior, divulgada em julho, estimava PIB de R$ 522,39 bilhões. De acordo com Pernambuco, apesar do crescimento, o PIB do agronegócio terá desempenho inferior às projeções do governo para a economia como um todo. Para 2004, o Banco Central indica crescimento de 4,4% na economia. De forma detalhada para o ano, a expectativa é de que o PIB da pecuária totalize R$ 67,14 bilhões em comparação com R$ 63,39 bilhões em 2003. Para a agricultura, a expectativa é de PIB de R$ 97,78 bilhões, com crescimento de 3,13% em relação ao resultado do ano passado. Para a agropecuária, a projeção da CNA é de crescimento de 4,2% no PIB para R$ 164,92 bilhões. O levantamento considera o resultado do primeiro semestre do ano. O PIB da agropecuária, que considera produção dentro da porteira, cresceu 2,1% de janeiro a junho. Já o conjunto do agronegócio, que envolve também os setores de insumos, distribuição e indústria, ligados à atividade rural, cresceu 1,5% no período. "De forma isolada, o grande destaque foi o crescimento de 2,9% do PIB da pecuária", afirmou Pernambuco. A agricultura no primeiro semestre do ano teve crescimento de 1,5%. A previsão foi feita pela CNA em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Universidade de São Paulo (Cepea/USP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.