CNA: superávit da balança do agronegócio deve ser de US$ 30 bi

Brasília, 3 - A balança comercial do agronegócio deve fechar 2004 com um superávit de US$ 30 bilhões, estimou há pouco o chefe do Departamento de Comércio Exterior da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Antônio Donizeti Beraldo. Segundo ele, as exportações do agronegócio, este ano, deverão alcançar valor total de US$ 35 bilhões ante importações de US$ 5 bilhões. Os principais setores que estão contribuindo para este superávit são os do complexo soja e de carnes. Segundo Beraldo, o complexo soja deverá acumular, no ano, um volume de US$ 10 bilhões em exportações, superando os US$ 8,2 bilhões registrados em 2003, e, no segmento de carnes, as exportações totais previstas par 2004 são de US$ 6 bilhões ante US$ 4 bilhões em 2003. Beraldo afirma que o cenário de 2005 "não é dos melhores". Em virtude da contínua queda dos preços internacionais de commodities, da desvalorização do dólar e do aumento dos custos de produção, a CNA estima que, na melhor das hipóteses, o agronegócio conseguirá repetir, em 2005, o superávit de US$ 30 bilhões previsto para 2004. "Se conseguirmos manter o saldo de US$ 30 bilhões, já será muito bom", disse ele. "Mas existe a perspectiva de o saldo ficar abaixo deste valor".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.