Coca-Cola terá reestruturação a partir de janeiro

A Coca-Cola anunciou nesta segunda-feira que vai reorganizar suas operações ao redor de três divisões a partir de 1º de janeiro, numa estratégia vista como o início da sucessão do atual executivo-chefe e presidente da empresa, Muhtar Kent.

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

30 de julho de 2012 | 14h46

Como parte da reestruturação, a gigante norte-americana de bebidas vai reduzir o número de unidades operacionais geográficas de seis para duas.

Steve Cahillane, que lidera as operações na América do Norte, vai se tornar presidente da recém-criada Coca-Cola Americas, que abarcará todas as operações nas Américas do Norte e do Sul. Ahmet Bozer, hoje presidente da Coca-Cola na Eurásia e África, comandará as operações da empresa no resto do mundo. Irial Finan continuará responsável pelo Bottling Investment Group, que supervisiona operações de engarrafadoras controladas pela Coca-Cola fora da América do Norte. Os três executivos responderão a Kent.

Para John Sicher, da Beverage Digest, publicação especializada no setor de bebidas, a criação dos dois novos cargos "representa os primeiros passos" para a sucessão de Kent.

A divisão das Américas responde por 51% do volume global de vendas e a divisão internacional, pelo restante. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Coca-Colareestruturação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.