Cofins e Pis-Pasep foram os que mais contribuíram para aumento da arrecadação

Arrecadação desses tributos somam, em 2010, até agosto, R$ 112,472 bilhões

Adriana Fernandes e Fabio Graner, da Agência Estado,

16 de setembro de 2010 | 14h56

Dois dos principais tributos que funcionam como "termômetro da atividade econômica" - a Cofins e o PIS-Pasep - foram responsáveis por R$ 15,593 bilhões no aumento da arrecadação da Receita Federal nos oito primeiros meses do ano. A arrecadação desses tributos somam, em 2010, até agosto, R$ 112,472 bilhões (com a correção da inflação pelo IPCA) ante R$ 96,878 bilhões no mesmo período de 2009. Um aumento real de 16,10%.

Puxada pelo aumento do emprego e da massa salarial, a arrecadação das contribuições previdenciárias ficou em segundo lugar no aumento das receitas no ano. A arrecadação dessas contribuições apresentou um crescimento real de 10,78% garantindo o aumento no ano de R$ 14,075 bilhões. O terceiro maior aumento de arrecadação foi proporcionado pelo IOF, seguido pelo IPI vinculado à Importação e o Imposto de Importação. 

Tudo o que sabemos sobre:
CofunsPIStributosarrecadação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.