Com campo de Tupi, produção da Galp cresce 26%

A petroleira portuguesa Galp Energia informou hoje que produziu 12,2 mil barris de petróleo por dia no quarto trimestre de 2009, um volume 26% maior que em igual período do ano anterior. Contribuiu para o resultado um poço de teste estendido no campo de Tupi, no Brasil.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

11 de fevereiro de 2010 | 11h59

A companhia detém uma fatia de 10% em Tupi, enquanto a Petrobras possui 65% e a BG, 25%. A Galp disse que o poço de teste em Tupi produziu tanto no terceiro quanto no quarto trimestre, mas a companhia registrou a produção no quarto.

A Galp acrescentou que um atraso no repasse dos preços mais elevados do petróleo para os consumidores pode diminuir suas margens brutas no quarto trimestre em 18,6 milhões de euros. Por causa de acordos contratuais com operadores do mercado português, a Galp repassa flutuações dos preços do petróleo com um atraso de cerca de uma semana.

A companhia informou ainda que sua produção de refinados aumentou 1,5% no quarto trimestre, para 21,099 milhões de barris, dos 20,780 milhões de barris de igual período de 2008. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo, Galp, Tupi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.