Com carnaval em março, vendas do varejo em SP crescem 8,6% em fevereiro

Segundo a Associação Comercial de São Paulo, 'na capital paulista, o carnaval provoca o êxodo da população, esvazia o comércio e provoca queda nas vendas'

Gabriela Lara, da Agência Estado,

07 de março de 2014 | 11h25

As vendas no comércio varejista da capital paulista cresceram 8,6% em fevereiro em comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta sexta-feira, 7, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Ao serem analisadas de forma separada, as vendas à vista e a prazo aumentaram 8,9% e 8,3%, respectivamente.

O presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Rogério Amato, explica que o resultado proporcionalmente maior este ano se deve ao carnaval, que em 2013 caiu em fevereiro e, em 2014, em março.

"Na capital paulista, o carnaval provoca o êxodo da população, esvazia o comércio e provoca queda nas vendas. Datas móveis causam oscilações como essa. O mesmo poderá ocorrer durante a Copa do Mundo e as eleições", avaliou em nota. Segundo Amato, o fato de fevereiro de 2014 ter tido um dia útil a mais do que em 2013 também ajudou a impulsionar as vendas.

Em contrapartida, as vendas caíram na comparação com o desempenho de janeiro, no caso das transações a prazo houve recuo de 12,1% e as transações à vista declinaram 8,5%. A explicação para esse resultado negativo também está no efeito calendário, já que janeiro tem dois dias a mais e o primeiro mês do ano é marcado por liquidações que estimulam as vendas.

Tudo o que sabemos sobre:
varejocomércio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.