Niels Ackerman/The New York Times - 13/12/2003
Niels Ackerman/The New York Times - 13/12/2003

Com discurso mais saudável, Nestlé vende unidade de doces nos EUA para Ferrero

Linha tem apresentado desempenho abaixo de rivais, sofrendo com a preferência dos consumidores por lanches mais saudáveis e marcas premium como Lindt

Reuters

16 de janeiro de 2018 | 15h51

O grupo suíço de alimentos Nestlé disse nesta terça-feira que venderá negócio de doces e confeitos dos Estados Unidos à italiana Ferrero por US$ 2,8 bilhões, na primeira grande venda do presidente-executivo Mark Schneider e um pequeno passo no caminho para produtos mais saudáveis.

+ Justiça restringe direitos da francesa Lactalis na Itambé

A unidade dos EUA, que abriga marcas locais para o mercado de massa como BabyRuth, Butterfinger e Crunch, tem apresentado desempenho abaixo de rivais há anos, sofrendo com a preferência dos consumidores por lanches mais saudáveis e marcas premium como Lindt.

+ Controladora da C&A teria interesse em vender companhia para chineses, diz revista alemã

Mas a empresa italiana familiar Ferrero, a aquisição é uma chance para obter rapidamente escala e poder de negociação no mercado norte-americano, que tem sido sua principal prioridade.

+ Petrobrás conclui venda de ativos à francesa Total por US$ 1,95 bi

A fabricante de Nutella e dos bombons Ferrero Rocher se tornará a terceira maior empresa de chocolate nos Estados Unidos e no mundo, de acordo com a Euromonitor International.

Tudo o que sabemos sobre:
NestléFerrero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.