Luiza Ferraz/Nubank
Luiza Ferraz/Nubank

Com monumentos iluminados de roxo e show de Anitta, Nubank fechará IPO ao som de funk carioca

O preço das ações do banco digital será conhecido nesta quarta-feira (8), mas o show será realizado na sexta-feira e transmitido no YouTube após o início da negociação de ações na B3

Matheus Piovesana, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2021 | 15h49

Prestes a estrear nas Bolsas de Nova York e de São Paulo, o Nubank vai chegar ao mercado ao som de funk carioca. A fintech vai fechar com uma live da cantora Anitta a agenda de eventos que prepara para comemorar sua estreia como empresa aberta.

O show acontece na sexta-feira (10), às 20h15, no YouTube do banco, horas depois de o Nubank começar a negociar ações na B3. Um dia antes, na quinta, acontece a estreia na Bolsa de Nova York, na qual ficará a listagem primária do neobanco. O preço das ações na oferta será conhecido nesta quarta-feira (8).

 "Mais do que um show de encerramento, será uma grande celebração cheia de surpresas para encerrar esses dias tão importantes", afirma o Nubank, em post em seu blog oficial. Anitta é conselheira da fintech desde o primeiro semestre, e foi contratada pelo Nubank, por R$ 36 milhões (remuneração que envolve ações), para prestar serviços de marketing.

A programação de eventos do IPO para o grande público, porém, começa nesta quarta-feira. O Nubank promete iluminar de roxo, sua cor oficial, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o Monumento da Revolução, na Cidade do México, e o Morro de Monserrate, em Bogotá, na Colômbia.

Os três países têm operações da fintech - mas a brasileira, criada em 2013, é a principal. Os prédios da Nyse e da B3 também serão iluminados. Além disso, a fintech vai revitalizar a Praça Rebouças, onde inaugurou uma obra, de título "Os Inconformados", do artista cearense Alex Oliver.

Amanhã, dia da estreia das ações na Nyse, o banco fará a transmissão da cerimônia de abertura das negociações em seu canal no YouTube. Simultaneamente, vai enviar presentes aos 800 primeiros clientes que aderiram ao NuSócios, programa da fintech que tornou seus clientes donos de um Brazilian Depositary Receipt (BDR) da companhia.

Além disso, o Nubank também projetará os nomes de cerca de 18 mil clientes, que comentaram em um post de seu Instagram, no Edifício Oceania, em Salvador, onde fica o NuLab, hub de tecnologia e experiência do cliente da fintech.

Na sexta, além do show de Anitta, o Nubank fará uma cerimônia na B3, a partir das 10h30. Pouco depois, às 11h30, o cofundador da fintech, David Vélez, fará um pronunciamento transmitido via Zoom, que não será aberto a perguntas e respostas - segundo o Nubank, por causa do período de silêncio. Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, e Gilson Finkelsztain, presidente da B3, também falarão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.