Comando da Nissan Brasil passa por mudanças

François Alain Dossa será o novo vice-presidente de administração e finanças e Sidnei Alvares assumirá a diretoria de Recursos Humanos 

Agência Estado,

26 de abril de 2012 | 17h02

SÃO PAULO - A montadora Nissan anunciou duas alterações no primeiro escalão de sua operação no Brasil a partir de maio. François Alain Dossa será o novo vice-presidente de administração e finanças e Sidnei Alvares assumirá a diretoria de Recursos Humanos. A empresa diz que a alteração reforça a estratégia de crescimento da marca no mercado brasileiro.

A empresa tem como meta uma participação de 5% no mercado automobilístico local até 2014 e deve lançar 10 produtos até 2016. A operação da montadora no Brasil atualmente envolve uma fábrica no Paraná e 143 lojas, mas está em andamento uma nova fábrica em Resende, no Rio de Janeiro, com investimento estimado de R$ 2,6 bilhões. A planta deve começar a operar em dois anos, com capacidade de produção de 200 mil unidades por ano.

Dossa, que assume no próximo dia 7, é graduado em Economia pela École des Hautes Études Commerciales (França) e veio da diretoria geral do Banco Societé Generale para o Brasil e América Latina, tendo passado antes por cargos de diretoria e gerência no banco Paribas e na Alstom do Brasil.

Alvares entra na gestão de recursos humanos da montadora no próximo dia 2 e deve focar sua atuação no início das operações da indústria em Resende. Formado em Tecnologia Mecânica e Negócios, o executivo veio da diretoria de RH da General Motors em Detroit, nos Estados Unidos, e tem mais de 25 anos de experiência nos setores automobilístico e de recursos humanos.

Tudo o que sabemos sobre:
Nissan Brasilcomandomudanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.