Combustíveis e alimentos foram destaques no atacado e varejo em 2009

Segundo IBGE, no comércio atacadista, as empresas revendedoras de combustíveis e lubrificantes tiveram receita líquida de R$ 178,7 bilhões, 27,6% do montante total

Daniela Amorim, da Agência Estado,

29 de junho de 2011 | 10h11

A revenda de combustíveis e gêneros alimentícios foi o destaque do comércio varejista e atacadista em 2009, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Os dados são da Pesquisa Anual do Comércio, divulgada hoje.

No comércio atacadista, as empresas revendedoras de combustíveis e lubrificantes tiveram receita líquida de R$ 178,7 bilhões, 27,6% do montante total. No entanto, as empresas do segmento eram apenas 2.001. Já as empresas atacadistas de produtos alimentícios, bebidas e fumo tiveram receita líquida de R$ 109,3 bilhões, 16,9% do total. Em 2009, havia 27.081 empresas nesse segmento.

Entre as varejistas, a atividade de hipermercados e supermercados gerou 24,9% da receita líquida do segmento, R$ 162,5 bilhões, arrecadados por 11.502 empresas. A revenda de combustíveis e lubrificantes teve receita líquida de R$ 126,4 bilhões, 19,4% do total, obtida por 27.477 empresas atuantes no setor. 

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveisIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.