Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Começa na semana que vem a chamada ‘Operação Twist’ do Fed

BC dos EUA comprará US$ 44 bilhões  em Treasuries de curto e longo prazo em 13 operações

Renan Carreira, da Agência Estado,

30 de setembro de 2011 | 16h24

O Federal Reserve colocará em prática a chamada Operação Twist na semana que vem, quando a filial de Nova York do banco central norte-americano vai vender cerca de US$ 44 bilhões em títulos de curto prazo e comprará a mesma quantidade em Treasuries de longo prazo.

O Fed de NY divulgou que fará 13 operações de compra de Treasuries em outubro, a partir de segunda-feira. A última operação será no dia 27. O volume das compras vai variar entre US$ 1 bilhão e US$ 5 bilhões, de acordo com o Fed de Nova York.

Já a venda de Treasuries de curto prazo começa no dia 6 e se encerra no dia 28. O volume das vendas vai variar entre US$ 8 bilhões e US$ 9 bilhões.

Na semana passada, o comitê de política monetária do Fed anunciou que venderia US$ 400 bilhões em bônus de curto prazo e reinvestiria em títulos do Tesouro que vencem entre 6 e 30 anos até o fim de junho de 2012. O banco central também vai reinvestir os recursos gerados com o vencimento dos ativos lastreados em hipotecas e das dívidas das agências que possui em seu balanço.

O Fed espera que ao alongar o prazo de vencimento dos bônus que detém em carteira, o crédito de longo prazo torne-se mais barato e impulsione o crescimento econômico. Porém a ação é controversa. Três presidentes de regionais do Fed oficialmente discordaram da Operação Twist e disseram que prefeririam que o banco central não tomasse ações adicionais.

Os detalhes completos das vendas e compras do Fed podem ser encontrados no site do Fed de Nova York. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
operação twistfedeuany

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.