Comissários da American Airlines fazem acordo sobre contrato

Comissários de bordo da American Airlines aceitaram no domingo uma proposta final de contrato, decisão que ajudará a companhia aérea em recuperação judicial a cortar custos trabalhistas.

Reuters

20 de agosto de 2012 | 09h37

A Associação de Comissários de Bordo Profissionais declarou que 59,52 por cento dos que votaram foram a favor da oferta. O índice de participação foi de 92,8 por cento dos 13.544 trabalhadores que poderiam votar.

A aprovação elimina a necessidade de que a controladora AMR descarte esses contratos e imponha condições mais desfavoráveis. Trabalhadores da empresa em terra já tinham aprovado os contratos com concessões.

O porta-voz da AMR, Bruce Hicks, disse que a votação é um importante passo na reestruturação da companhia. "Temos consciência de que não foi uma decisão fácil para nossos comissários de bordo e agradecemos muito a escolha que fizeram", declarou.

Após a decisão, os pilotos são a única categoria que ainda não chegou a acordo, após ter rejeitado uma oferta de contrato no começo do mês.

A AMR precisa cortar 1,06 bilhão de dólares em custos trabalhistas por ano.

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASAMERICAMAIRLINESACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.