Companhias aéreas dos EUA concordam em evitar sobrevoar fronteira Rússia-Ucrânia

Companhias aéreas norte-americanas concordaram voluntariamente em evitar o espaço aéreo perto da fronteira entre a Rússia e a Ucrânia, afirmou a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

REUTERS

17 de julho de 2014 | 17h11

A agência disse que consultou as companhias aéreas norte-americanas após a queda do avião da Malaysia Airlines que operava o voo de Amsterdã para Kuala Lumpur.

A FAA disse estar monitorando a situação para determinar se é necessária orientação adicional às companhias aéreas.

(Reportagem de Mark Hosenball)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEUAEVITAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.