Confiança do consumidor cai 1,1%, revela FecomercioSP

A confiança dos consumidores com renda inferior a dez salários mínimos, porém, subiu 1,1% em relação a junho

Beatriz Bulla, da Agência Estado,

31 de julho de 2012 | 11h46

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) paulistano caiu para 160,6 pontos em julho, ante 162,4 em junho. Apesar da queda de 1,1%, o índice continua positivo, observa a instituição. A escala do ICC vai de 0 a 200 pontos e o resultado é considerado otimista quando fica acima dos 100 pontos.

A confiança dos consumidores com renda inferior a dez salários mínimos, com relação às condições econômicas presentes, subiu 1,1% em relação a junho. Já entre os consumidores com renda superior a dez salários mínimos o indicador recuou 4,5%.

O subíndice que mede a expectativa do consumidor quanto ao futuro recuou (1,3%), ao passar de 164,1 pontos em junho para 162 em julho.

Para a pesquisa, são coletadas respostas de cerca de 2.000 consumidores no município de São Paulo. A FecomercioSP avalia que a redução da confiança do consumidor paulistano está ligada a uma apreensão com o cenário internacional.

Apesar disso, o bom nível do emprego e os rendimentos dos paulistanos ainda mantêm a capacidade de consumo e são responsáveis pelo nível elevado do ICC, de acordo com a instituição.

Tudo o que sabemos sobre:
consumoconfiançaFecomercioSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.