Confiança do consumidor cai nos Estados Unidos para 50,4 em julho

A leitura de julho foi a mais baixa desde os 46,4 alcançados em fevereiro e foi levemente menor do que a estimativa de 50,8 dos economistas ouvidos pela Dow Jones

Danielle Chaves, da Agência Estado ,

27 de julho de 2010 | 11h06

A confiança do consumidor norte-americano diminuiu novamente em julho, de acordo com pesquisa do Conference Board. O índice de confiança do consumidor dos EUA caiu para 50,4 neste mês, do número revisado de 54,3 em junho - que havia sido informado anteriormente como 52,9. A leitura de julho foi a mais baixa desde os 46,4 alcançados em fevereiro e foi levemente menor do que a estimativa de 50,8 dos economistas ouvidos pela Dow Jones.

O índice de situação presente, uma medida da avaliação dos consumidores sobre as atuais condições econômicas, recuou para 26,1 em julho, de 26,8 em junho, que havia sido informado antes como 25,5. As expectativas dos consumidores para a atividade econômica dos próximos seis meses diminuíram para 66,6, de 72,7, originalmente anunciado como 71,2.

Com relação ao emprego, apenas 4,3% dos pesquisados acham que os empregos estão "abundantes", mesmo nível de junho, enquanto 45,8% acham que os empregos estão "difíceis de encontrar", mais do que os 43,5% no mês passado.

A porcentagem dos consumidores que esperam mais empregos nos próximos meses caiu para 14,3% em julho, de 16,2% em junho, enquanto a proporção dos que esperam menos empregos aumentou para 21,1%, de 20,1%. Apenas 10% dos pesquisados esperam que a renda aumente nos próximos seis meses, menos do que 10,6% em junho, enquanto 17,5% esperam que a renda diminua, mais do que 16,8% no mês passado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.