Confiança do consumidor e lucros abatem Wall Street

As bolsas de valores dos EstadosUnidos fecharam em queda nesta terça-feira, após uma fracaperspectiva da Procter & Gamble, a decepção com o lucro da U.S.Steel e um relatório mostrando que a confiança do consumidorestá em seu pior nível em dois anos. As notícias alimentaram preocupações com a economia, com osgastos dos consumidores e com os lucros corporativos. O índice Dow Jones teve baixa de 0,56 por cento, a 13.792pontos, e o Standard & Poor's 500 caiu 0,65 por cento, a 1.531pontos. Já o Nasdaq teve oscilação negativa de 0,03 por cento,a 2.816 pontos. Somou-se ao clima mais negativo a incerteza sobre a decisãodo Federal Reserve na quarta-feira sobre a taxa de juro,enquanto a queda de 3 por cento nos preços do petróleoatingiram os ações de petrolíferas. As ações subiram recentemente, em parte devido a uma forteconfiança de que o Fed estaria disposto a realizar um corte depelo menos 0,25 ponto percentual para limitar os danos da criseimobiliária e o aperto do crédito. Mas uma artigo de Greg Ip, que acompanha de perto o Fedpelo Wall Street Journal, disse que o corte "não é uma coisacerta", gerando dúvidas sobre a medida da autoridade monetária. "Estamos no limbo até a decisão do Fed e estamos em épocade resultado, então há muita incerteza", disse Scott Vergin,gestor de portfólio da Thrivent Financial, em Minneapolis. "Alguns dos principais papéis do Nasdaq, como Microsoft eApple, subiram hoje, então talvez haja certa fuga paraqualidade", acrescentou.

REUTERS

30 de outubro de 2007 | 19h54

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.