Confiança do consumidor sobe 4,9% em abril, diz FGV

O indicador alcançou 128,7 pontos em abril, atingindo o recorde histórico da série iniciada em setembro de 2005

Daniela Amorim, da Agência Estado,

25 de abril de 2012 | 08h29

A confiança do consumidor aumentou na passagem de março para abril, informou nesta quarta-feira a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) teve alta de 4,9% no mês, após já ter subido 2,8% em março na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal.

Com o resultado, o desempenho do indicador, que é calculado dentro de uma escala de pontuação de até 200 pontos (quanto mais próximo de 200, maior o nível de confiança do consumidor), foi de 122,7 pontos em março para 128,7 pontos em abril, atingindo o recorde histórico da série iniciada em setembro de 2005.

Houve melhora tanto nas avaliações sobre o momento atual quanto nas expectativas em relação aos próximos meses. O ICC é dividido em dois indicadores: o Índice de Situação Atual (ISA) subiu 3,8% ao passar de 142,7 pontos em março para 148,1 pontos em abril, também o maior nível da série histórica. Já o Índice de Expectativas (IE) avançou 5,4% em abril, ao passar de 112,2 pontos em março para 118,3 pontos neste mês, o melhor patamar desde dezembro de 2007, quando ficou em 118,5 pontos.

O levantamento abrange amostra de mais de 2 mil domicílios, em sete capitais, com entrevistas entre os dias 2 e 20 de abril.

Tudo o que sabemos sobre:
FGVconfiançaICCalta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.