Confira dicas para deixar sua casa mais sustentável e ajudar o planeta
Conteúdo Patrocinado

Confira dicas para deixar sua casa mais sustentável e ajudar o planeta

Algumas mudanças de hábito no nosso dia a dia podem ser um primeiro passo em prol do planeta

Seguradora Zurich, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

24 de junho de 2022 | 08h00

A sustentabilidade tem sido um fator cada vez mais importante para os brasileiros. Pesquisas mostram que cerca de 62% dos consumidores estão dispostos a mudar seus hábitos de consumo para reduzir o impacto ambiental.

E não é de hoje que vemos notícias sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas nos destaques dos noticiários. Sabemos que é necessário haver grandes mudanças para conseguirmos conter o avanço dessas devastações, em todas as esferas da sociedade, como empresas, governos e indivíduos, de maneira geral.

No entanto, não é tarefa fácil calcular o impacto que cada cidadão causa diariamente ao meio ambiente.

A Seguradora Zurich acredita que ações, quando somadas, podem fazer a diferença. Por isso, separou algumas dicas de como trazer mais sustentabilidade ao dia a dia da sua casa.

1. Água de reúso

Economizar água é uma atitude básica e que nos acompanha desde a infância. Quem nunca ouviu frases como ‘desligue as torneiras enquanto escova os dentes e lava a louça, tome banhos curtos’ etc.? Veja algumas maneiras de reaproveitar a água:

- Utilize a mesma água da lavagem de roupas para limpar o quintal.

- A água da chuva pode ajudar a limpar seu carro.

- Não descarte água limpa no ralo. Que tal regar as plantas?

- Na culinária, a mesma água pode servir para cozinhar várias comidas diferentes e acrescentar ainda mais sabor!

Nesses casos, além de cooperar com o planeta, tais mudanças podem refletir em uma economia financeira também. É importante acompanhar o valor da sua conta de água para balizar o seu consumo.

2. Energia solar

A energia solar é uma das maneiras de gerar eletricidade que menos agride o meio ambiente. É uma fonte limpa e renovável, que consiste na conversão de calor em energia, através de placas fotovoltaicas, sem emitir quaisquer gases ou resíduos poluentes.

Porém, se essa opção está fora dos planos no momento, não se preocupe. Existem outras soluções bem simples que também aproveitam a luz do sol, como:

- O simples abrir de janelas.

- Claraboias.

- Telhados transparentes.

- Lâmpadas solares.

3. Separe o lixo

O lixo é uma questão de saúde pública, ambiental e social no nosso planeta. E destinar corretamente os resíduos vai muito além de separar reciclado de orgânico. Existem muitas categorias de lixo, como têxtil, eletrônico, entulho de obras, e por aí vai.

Outra prática que ajuda muito no dia a dia com os devidos fins para os resíduos é a regra dos 3 Rs:

- Reciclar: reaproveitar o lixo descartado, dando origem a uma nova matéria prima.

- Reduzir: diminuir a geração de resíduos, seja na fonte ou evitando o desperdício.

- Reutilizar: pensar em outras finalidades para cada coisa antes de descartá-la.

No geral, existem muitas maneiras inspiradoras de reutilizar em vez de desperdiçar.

São ações como essas que estão ao nosso alcance durante a rotina que levamos, e que podem colaborar com nosso planeta. Clientes do Seguro Residencial da Zurich têm à sua disposição diferenciais sustentáveis para sua casa.

Entre os serviços e orientações que a Zurich oferece para facilitar sua vida e ajudar a cuidar melhor do meio ambiente estão:

- Descarte ecológico de móveis ou eletrodomésticos: direcionamento de maneira socialmente responsável desses materiais.

- Consultoria ambiental: atitudes como consumo consciente de água e energia elétrica, reciclagem de lixo, entre outras.

- Projetos sustentáveis: reaproveitamento de água da chuva, uso de energia solar e outros.

- Descarte ecológico de entulho e resto de obras: os resíduos são destinados de maneira correta.

Além de, é claro, ser uma solução completa com coberturas para qualquer imprevisto da sua casa. O que achou das dicas da Seguradora Zurich para um estilo de vida mais sustentável na sua casa? Compartilhe esse texto com seus amigos!

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.