Conselheiro de estatal votou contra aprovação de balanço

A Petrobras informa que seu conselheiro Mauro Rodrigues da Cunha votou contrariamente à aprovação das demonstrações financeiras da estatal do exercício social de 2013, em reunião do conselho de administração realizada em 25 de fevereiro.

FÁTIMA LARANJEIRA, Agencia Estado

17 de março de 2014 | 20h13

Segundo comunicado da empresa, Cunha votou contrariamente à aprovação das demonstrações

financeiras devido a "(i) falta de envio tempestivo das demonstrações para análise dos conselheiros; (ii) discordância quanto à política de hegde accounting; (iii) insuficiência de informações e aparente inadequação da contabilização dos investimentos em refinarias". Na reunião, o conselho de administração aprovou, por maioria de votos, o balanço da estatal referente ao exercício social de 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
conselheiroPetrobrasbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.