Conselho aprova divisão da News Corp em 2 companhias

O conselho administrativo do conglomerado de mídia News Corp. aprovou nesta sexta-feira, 24, a divisão do grupo em duas unidades distintas: de entretenimento e notícias. A cisão entrará em vigor em 28 de junho e ainda depende da aprovação dos acionistas e autoridades reguladoras.

Agencia Estado

24 de maio de 2013 | 17h38

Como parte do acordo, a divisão de notícias manterá o nome News Corp. Os acionistas receberão uma ação da nova unidade para cada quatro que possuem atualmente. Além disso, o conselho aprovou um programa de recompra de ações para a nova News Corp, de US$ 500 milhões. Essa divisão ficará com o jornal Wall Street Journal, a agência de notícias Dow Jones Newswire, a editora HarperCollins e várias publicações britânicas e australianas.

Enquanto isso, a emissora de televisão Fox, o estúdio de cinema 20th Century Fox e outras unidades de entretenimento serão agrupadas na 21st Century Fox. "O anúncio de hoje é um passo significativo para a criação de duas empresas independentes com grandes marcas mundiais de imprensa e entretenimento", disse em comunicado Rupert Murdoch, que será o presidente e executivo-chefe da 21st Century Fox e presidente executivo da nova News Corp.

Entre os diretores da nova News Corp está a brasileira Ana Paula Pessoa, sócia da empresa de comunicação corporativa Brunswick Group. As ações classe A da News Corp fecharam em alta de 0,67% na Bolsa de Nova York. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
News Corpdivisãoduas companhias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.