Conselho da CPFL aprova criação de empresa comercializadora varejista de energia

O conselho de administração da CPFL <CPFE3.SA> aprovou em reunião realizada nesta quarta-feira a criação de empresa de comercialização varejista de energia do grupo.

REUTERS

26 de novembro de 2014 | 20h05

O conselho também ratificou compras de energia elétrica de fonte convencional pela comercializadora.

Procurada, a companhia informou que a aprovação serve para dar mais clareza dentro do braço de comercialização de energia do grupo, a CPFL Brasil, sobre os contratos acertados no segmento varejista. A nova unidade vai aproveitar a estrutura já disponível na CPFL Brasil, informou a empresa.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) criou a figura do comercializador varejista de eletricidade em julho do ano passado. Qualquer consumidor de energia pode participar da modalidade, mas a tendência é que os pequenos, como comércio, tenham mais peso diante das complexidades de gestão de contratos na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Segundo a CCEE, os comercializadores varejistas atuam como agregadores de carga de diversos clientes, podendo fechar contratos de longo prazo com geradores, o que facilita a participação do mercado livre na expansão da oferta de energia no Brasil.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACPFLENERGIACOMERCIALIZADORA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.