Conselho da Usiminas aprova destituição de diretor presidente

A siderúrgica Usiminas divulgou nesta sexta-feira que seu Conselho de Administração aprovou a destituição de Julián Eguren do cargo de diretor presidente da companhia, em reunião realizada na véspera.

REUTERS

26 de setembro de 2014 | 10h15

Rômel Erwin de Souza foi aprovado para o posto de Eguren em caráter temporário, disse a Usiminas, acrescentando que o Conselho também destituiu o diretor vice-presidente de Subsidiárias, Paolo Bassetti, e o diretor vice-presidente Industrial, Marcelo Chara, de suas funções.

A votação para destituição dos executivos foi desempatada pelo presidente do conselho da companhia, informou a empresa.

(Por Marcela Ayres)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAUSIMINASGESTAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.