Conserto de refinaria alvo da Petrobras acaba em maio--fontes

Os reparos na unidade de destilação avácuo de petróleo da refinaria de Aruba da Valero EnergyCorp's, alvo de compra da Petrobras, devem terminar até meadosde maio, de acordo com fontes familiares às operações. A venda da refinaria, de capacidade de 275 mil barris pordia, para a Petrobras deve ser finalizada em breve, assim queos consertos forem finalizados, disseram as fontes. O porta-voz da Valero, Bill Day, recusou-se a discutir aprevisão para o fim dos consertos. "Não estamos dizendo quando os reparos acontecerão porqueeles estão ligados à venda", disse Day. O chefe-executivo da Valero, Bill Klesse, afirmou que avenda será concluída no segundo trimestre do ano. Jorge Zelada, diretor da área internacional da Petrobras,afirmou neste mês que o Conselho da estatal iria votar sobre acompra em abril, após novas avaliações dos reparos que estãosendo feitos na unidade. Fontes familiares às negociações entre as duas empresasafirmaram que a Petrobras concordou em comprar a refinaria porcerca de 2,8 bilhões de dólares antes de um incêndio em 25 dejaneiro ter causado prejuízos à unidade. (Por Erwin Seba)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.