Consórcio BR Vias vence trecho da Marechal Rondon

O consórcio BR Vias venceu a licitação pelo trecho oeste da rodovia Marechal Rondon nesta quarta-feira, na segunda etapa do programa de concessões rodoviárias do Estado de São Paulo. Sete grupos disputaram o trecho oeste da Marechal, que tem 417 quilômetros de extensão. A disputa foi apertada, uma vez que o consórcio BR Vias, formado por duas empresas do grupo nacional Compote, venceu por margem muito pequena. Enquanto o grupo ofereceu tarifa por quilômetro em pista dupla de 0,064099, o consórcio da Triunfo Participações propôs 0,064746 real. Considerando o teto da licitação de 0,107910 real por trecho, definido no edital, a proposta vencedora representou um deságio de 40,6 por cento. Em relação ao preço atualmente praticado, o deságio é de 46,73 por cento. O trecho oeste da Marechal Rondon envolve ainda 243,8 quilômetros de estradas vicinais. O valor da outorga é de 411 milhões de reais. Os investimentos previstos são de 1,31 bilhão de reais. O presidente da BR Vias, Martus Tavares, afirmou que o interesse da holding no trecho está em sinergia com a Transbrasiliana (BR 153), que corta o Estado de São Paulo de norte a sul e já é operado pela empresa. "Já esperava competição forte no lote (...) a rodovia já é duplicada e está em boas condições". acrescentou Tavares, que foi ministro do Planejamento. Ele afirmou que a crise de crédito torna os financiamentos para pagamento das outorgas e investimentos mais difícil, mas o BNDES já se comprometeu em financiar 70 por cento dos investimentos para sustentar o projeto, disse Tavares. Ele explicou ainda que a empresa vai avaliar linha de crédito também disponibilizada pelo banco estadual Nossa Caixa. "A quantidade de propostas e o valor de deságio demonstram o sucesso da licitação do governo", disse Tavares em resposta a questionamento sobre a validade da época em que a licitação está sendo feita. O programa paulista de concessões rodoviárias continua pela tarde e o próximo trecho a ser licitado é o da Marechal Rondon Leste. A abertura dos envelopes está prevista para as 14h. (Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; edição de Alexandre Caverni)

REUTERS

29 Outubro 2008 | 12h48

Mais conteúdo sobre:
EMPRESAS RODOVIAS ATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.