Consórcio com Furnas vence disputa por usina de Teles Pires

O consórcio formado pelas empresas Furnas e Eletrosul (do grupo Eletrobras), Neoenergia e Odebrecht venceu o leilão da usina hidrelétrica de Teles Pires, no Mato Grosso, com um lance representando um deságio de 33 por cento sobre o preço-teto.

REUTERS

17 de dezembro de 2010 | 10h45

De acordo com informações disponíveis no site de Furnas, o consórcio ofereceu 58,36 reais por MWh, contra o preço máximo estipulado pelo governo de 87 reais.

A usina será construída no rio Teles Pires, entre as cidades de Parnaíba (MT) e Jacareacanga (PA), com potência instalada de 1.820 MW.

O valor previsto para o empreendimento é de mais de 3 bilhões de reais, segundo Furnas.

A Neoenergia detém 50,1 por cento do consórcio e a Odebrecht possui 0,9 por cento. Furnas e Eletrosul têm, cada uma, fatia de 24,5 por cento,

(Por Carolina Marcondes)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAFURNASTELESPIRES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.