Consórcio português irá construir usina solar da Eletrosul

A usina solar da Eletrosul, Megawatt Solar, será construída por um consórcio formado pela portuguesa Efacec e pela Efacec do Brasil, informou a empresa do grupo Eletrobras nesta quarta-feira, em comunicado.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h31

O consórcio português propôs o valor de 8,1 milhões de reais para construir a usina --15 por cento inferior ao previsto no edital-- e venceu o processo de concorrência do qual oito proponentes participaram.

O prazo para a instalação do empreendimento é de oito meses a partir da assinatura do contrato e das ordens de serviço.

A usina fotovoltaica será integrada ao edifício-sede da companhia, em Florianópolis (SC), e a energia produzida será comercializada a consumidores livres.

Cerca de 4 mil módulos solares serão instalados no telhado do prédio e sobre a cobertura dos estacionamentos gerando em média 1,2 gigawatts-hora (GWh) por ano, o que equivale ao consumo anual de cerca de 570 residências.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAELETROSULMEGAWATTSOLAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.