Construção de Trump Towers Rio começará em 6 meses

Começará no segundo semestre do próximo ano a construção das duas primeiras de cinco torres do empreendimento Trump Towers Rio, lançado nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, como o maior empreendimento de uso comercial exclusivamente urbano entre os países do grupo Bric (Brasil, Rússia, Índia e China). A Prefeitura do Rio prevê que as cinco torres poderão ter valor de venda de R$ 3 bilhões, em estimativa conservadora, levando em conta o tamanho do terreno, de 322 mil metros quadrados.

VINICIUS NEDER, Agencia Estado

18 de dezembro de 2012 | 13h30

O empreendimento pertence ao consórcio formado pela incorporadora da Bulgária MRP International, a consultoria de gestão de risco Salamanca, a construtora paulista Even e o fundo imobiliário gerido pela Caixa, que investe nos empreendimentos do Porto Maravilha, projeto de revitalização da região portuária do Rio.

O presidente da Even, Carlos Terepins, destacou que, em função da demanda, o valor de venda do empreendimento poderá chegar a R$ 6 bilhões. "Isso projetando para o futuro", afirmou.

A Organização Trump não investirá recursos no empreendimento, apenas cederá a marca. O vice-presidente da empresa, Donald Trump Jr., participou da cerimônia de lançamento ao lado do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

O valor de investimento total não foi divulgado, pois, de acordo com Stefan Ivanov, presidente da MRP International, ainda serão selecionadas as construtoras para as obras. Depois das duas primeiras torres construídas, as outras três projetadas serão erguidas em função da demanda.

Tudo o que sabemos sobre:
TrumpCentro EmpresarialRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.