Consumo industrial de energia cai 0,45% em setembro, diz Comerc

O consumo de energia elétrica da indústria teve redução de 0,45 por cento em setembro ante agosto, resultado influenciado pela diminuição da produção industrial, segundo o Índice Setorial da Comerc Gestão, gestora independente de energia elétrica responsável por 13 por cento da carga de energia de consumidores livres no Brasil.

REUTERS

31 de outubro de 2011 | 12h33

"Após aceleração na atividade da indústria como preparação para as demandas de fim de ano, até agosto, muitos setores alcançaram o nível de estocagem planejado e retomaram o ritmo habitual de produção", informa a companhia, em nota divulgada nesta segunda-feira.

Apesar da redução, a Comerc considera que as oscilações estão em linha com a tendência de estabilização até o fim do ano.

Dos 15 setores analisados no período, 10 apresentaram queda no consumo em relação a agosto, com destaque para o setor de veículos e autopeças, cujo consumo foi 5,92 por cento menor.

Por outro lado, o segmento de embalagens registrou o maior crescimento do consumo de energia em setembro ante agosto, com alta de 3,03 por cento. Já o segmento de vidros consumiu 2,39 por cento a mais e o de química e petroquímica teve elevação de 2,26 por cento no consumo de energia elétrica.

Na comparação com setembro de 2010, o setor de vidros reduziu o consumo em 12,5 por cento e o segmento de veículos e autopeças consumiu 6,92 por cento a menos.

Já a principal alta no consumo na comparação anual é do segmento de mineração, com alta de 5,65 por cento.

(Reportagem de Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACOMERCCONSUMOSET*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.