Continental cancela negociações com United Airlines--fonte

A Continental Airlines cancelounegociações com a United Airlines por causa da posiçãofinanceira fraca da United e sensação de que uma fusão poderiaarriscar sua própria saúde financeira, informou uma fontepróxima do assunto no domingo. A fonte também afirmou que a Continental está em"negociações avançadas" com a British Airways e com a AmericanAirlines sobre uma potencial aliança, com planos de busca deimunidade contra regras de defesa da concorrência. A American não retornou imediatamente a ligação paracomentar o assunto e a Continental não estava disponível parafalar. O presidente-executivo da United, Glenn Tilton, que temsido um proponente da consolidação, informou que a estratégiada companhia é consistente. "A consolidação está acontecendo, assegurar que você tem oparceiro correto é tudo", afirmou o executivo em comunicado."Vamos buscar todas as opções para assegurar um forte esustentável futuro para nossa companhia aérea." Fontes informaram à Reuters mais cedo neste mês que aUnited também estava envolvida em negociações com a US Airways. A decisão da Continental acontece depois que a Delta AirLines e a Northwest Airlines informaram há quase duas semanasque planejam se fundir e se tornar a maior companhia aérea domundo, buscando combater o efeito da alta acentuada nos custoscom combustíveis, fraqueza da economia e crescimento dacompetição com rivais européias. A Continental informou no domingo, em carta a seusfuncionários, que optou por não se fundir com qualquer outracompanhia aérea neste momento, mas continuar a consideraralianças com outras empresas. A decisão da companhia foi divulgada dias depois que asações da United caíram mais de 40 por cento em único dia quandodivulgou prejuízo de 537 milhões de dólares no primeirotrimestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.