Copa impulsiona resultado da AB Inbev no 2º trimestre

Grupo teve um forte aumento nas vendas durante a Copa, que impulsionou um consumo adicional de 140 milhões de litros

REUTERS

31 de julho de 2014 | 10h46

O grupo de cervejarias AB InBev teve um forte aumento nas vendas no Brasil durante a realização da Copa do Mundo, que impulsionou um consumo adicional de 140 milhões de litros, informou a companhia nesta quinta-feira.

A empresa, maior cervejaria do mundo e controladora da brasileira Ambev, afirmou que o torneio no Brasil ajudou a ter um resultado melhor que o esperado no segundo trimestre. A companhia também apurou fortes crescimentos na China e no México.

A AB InBev, que vendeu mais de uma em cinco cervejas consumidas no mundo no ano passado, também viu a Copa impulsionar o consumo de refrigerantes, que cresceu acima das vendas de cerveja.

A companhia divulgou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) no segundo trimestre de 4,85 bilhões de dólares ante expectativa média de analistas de 4,59 bilhões, segundo pesquisa da Reuters.

Mas o número foi inflado por um ganho não recorrente de 223 milhões de dólares relacionado a benefícios com plano de pensão nos Estados Unidos e 172 milhões de dólares gerados por aquisições recentes na Coreia e na China.

O resultado saiu no mesmo dia em que a Ambev divulgou alta de cerca de 16 por cento no lucro líquido do segundo trimestre, a 2,2 bilhões de reais, em linha com a expectativa de analistas.

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSINBEVRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.