Copel confirma compra de ativos eólicos por R$ 286,1 mi

A Copel divulgou, na noite desta quarta-feira, 19, que comprou 100% dos ativos de geração do Salus Fundos de Investimento em Participações, sucessor da Casa dos Ventos Energias Renováveis, por R$ 286,066 milhões. A aquisição, anunciada mais cedo sem valores, inclui os parques eólicos Euros IV, Asa Branca I, II e III, Santa Maria, Santa Helena e Santo Uriel, no Rio Grande do Norte, totalizando 183,6 MW de capacidade instalada.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

19 de junho de 2013 | 21h53

"A aquisição atende ao objetivo estratégico da Copel de aumentar a participação no segmento de geração por meio de fontes renováveis em sua matriz energética, possibilitando, assim, a entrada da companhia, de forma efetiva, na geração eólica", informou a empresa em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Copel também divulgou que o conselho de administração aprovou a participação, sob a forma de consórcio, na Usina Hidrelétrica de Baixo Iguaçu, com 30%.

Localizado no Paraná, Baixo Iguaçu é o último empreendimento energético previsto para o principal rio do Estado e ficará a cerca de 30 quilômetros da Usina Salto Caxias, a qual pertence 100% à Copel. O leilão para concessão da Usina de Baixo Iguaçu foi em setembro de 2008, porém, o contrato de concessão só foi assinado em agosto de 2012. A usina tem capacidade instalada de 350 MW, com início da operação prevista para abril de 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
Copelenergia eólicaconfirmação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.