Copel fornece 8,9% mais energia no 1º trimestre

No primeiro trimestre de 2013, o fornecimento de energia elétrica da Copel registrou expansão de 8,9% na comparação com o mesmo período de 2012. O mercado cativo da Copel Distribuição apresentou uma queda de 2,3% e foi responsável por 5.776 GWh. Já o mercado livre da Copel Geração e Transmissão cresceu 216,7%, para o consumo de 1.009 GWh no período.

AE, Agencia Estado

29 de abril de 2013 | 10h17

No mercado cativo da Copel Distribuição, a classe residencial consumiu 1.726 GWh, o que representou um crescimento de 4,3% devido ao aumento de 3,4% no número de consumidores residenciais e elevação de 0,9% no consumo médio. Em março, essa classe era equivalente a 29,9% do mercado cativo, com 3,223 milhões de consumidores.

Já a classe industrial teve redução de 12,7%, para 1.602 GWh no primeiro trimestre. O resultado, segundo o comunicado da Copel, foi ocasionado pela migração de consumidores para o mercado livre, queda na produção industrial e menor número de dias úteis. No primeiro trimestre de 2013, a classe industrial representava 27% do mercado, com 88,533 mil consumidores industriais.

A classe comercial consumiu 1.324 GWh e manteve-se estável no período, visto que o aumento do consumo decorrente do crescimento de 2,7% no número de consumidores foi compensado pelo menor número de dias úteis em relação ao mesmo período do ano anterior. No final de março, esta classe representava 22,9% do mercado cativo da Copel e eram atendidos 330,281 mil consumidores.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaCopelfornecimento1º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.