Copersucar interrompe oferta de ações por 60 dias

A Copersucar interrompeu sua oferta de ações. A companhia afirma em comunicado ao mercado publicado em jornais que solicitou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) interrupção do prazo de análise do pedido de registro de oferta pública primária e secundária de ações ordinárias pelo prazo de 60 dias úteis a contar da data de hoje, alegando "atual conjuntura de mercado desfavorável à realização da oferta neste momento".

EQUIPE AE, Agencia Estado

20 de julho de 2011 | 07h41

A companhia pretendia captar até R$ 2,7 bilhões pelo teto da faixa indicativa de preço e incluindo os lotes suplementar e adicional. O preço sugerido por ação estava na faixa de R$ 14,50 a R$ 18,50, e a distribuição seria de 86.486.486 ON na oferta primária e 21.621.621 ON na secundária. O início das negociações das ações no segmento do Novo Mercado da BM&FBovespa estava previsto para amanhã, dia 21 de julho, sob o código "COPR3". Se concretizada, seria o maior IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) do ano.

Os pedidos de reserva já feitos nas instituições financeiras consorciadas serão cancelados e os valores eventualmente pagos serão devolvidos.

Os coordenadores da oferta são Itaú BBA (líder), Bank of America Merrill Lynch, Credit Suisse e Goldman Sachs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.