Correção: AT&T registra lucro 39% maior no 1º trimestre

O texto publicado anteriormente contém um erro no primeiro parágrafo. O lucro anunciado pela companhia é referente ao primeiro trimestre de 2011, e não ao primeiro trimestre de 2010, como foi informado. Segue abaixo o texto corrigido.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 18h54

O lucro da AT&T aumentou 39% no primeiro trimestre de 2011 totalizando US$ 3,41 bilhões ou US$ 0,57 a ação, ante o lucro de US$ 2,45 bilhões, ou US$ 0,41 por ação, no mesmo período do ano passado. Excluindo encargos relacionados à mudança no tratamento fiscal dos benefícios relacionados ao programa de saúde norte-americano Medicare, o lucro foi de US$ 0,58 por ação. A receita subiu 2,3%, para US$ 31,25 bilhões. Os analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam um lucro de US$ 0,57 e receita de US$ 31,26 bilhões.

O resultado, segundo a companhia, foi puxado principalmente pela contínua popularidade do iPhone, da Apple. No entanto, o número líquido de novos clientes caiu quase 90% em relação ao ano passado, refletindo a dura realidade de que o crescimento explosivo no negócio mais lucrativo do setor em grande parte se dissipou.

A companhia registrou 2 milhões de novos assinantes no primeiro trimestre, ante 1,9 milhão no mesmo período do ano passado. A base de assinantes da AT&T é agora de 97,5 milhões, 12% acima do nível do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
telefoniaAT&TlucrobalançoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.