CORREÇÃO-Braskem faz parceria no México em projeto de US$2,5 bi

A Braskem anunciou nesta segunda-feira que se associou ao grupo mexicano Idesa para a construção de projeto petroquímico no México. O investimento preliminar previsto é de 2,5 bilhões de dólares ao longo de cinco anos.

(CORRIGE NO 4O, REUTERS

09 de novembro de 2009 | 19h19

O projeto será 70 por cento financiado por dívida e o restante com capital próprio dos acionistas, informou a Braskem em comunicado ao mercado.

Na sexta-feira, a petrolífera estatal mexicana Pemex informou que assinou com o consórcio liderado pela Braskem para fornecimento de matérias-primas ao complexo petroquímico.

A Pemex fornecerá 66 mil barris diários de etano para que o consórcio construa, desenvolva e opere uma instalação "cracker que utilizará o etano adquirido como matéria-prima para a produção de 1 milhão de toneladas/ano de eteno".

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASBRASKEMMEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.