Correção:Walmart quer faturar R$ 100 mi com Black Friday

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. O Walmart.com recebe hoje 3 milhões de visitas por dia e não 3 mil. Segue o texto corrigido.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

28 de novembro de 2013 | 17h25

O braço de comércio eletrônico do Walmart no Brasil espera faturar R$ 100 milhões com as vendas da Black Friday, evento que reúne promoções no varejo online e começa oficialmente nesta sexta-feira, 29. De acordo com o presidente do Walmart.com para a América Latina, Fernando Madeira, o resultado representa mais que o dobro da mesma época do ano passado.

A companhia espera que a data contribua para a estratégia de ganho de mercado no e-commerce brasileiro. Segundo a E-bit, empresa especializada em informações do setor, a Black Friday deve gerar na soma de todo o mercado R$ 390 milhões para o varejo digital este ano, um crescimento de 60% ante o ano anterior. Com sua meta, o Walmart espera capturar mais de 25% do total das vendas durante o dia promocional.

De acordo com o presidente do Walmart.com no Brasil, Flavio Dias, a edição de 2012 do evento contribuiu para o crescimento da audiência do site de compras. "Naquele ano, saímos de um patamar de 500 mil visitas por dia para 1,1 milhão de visitas", disse, completando que a média é de 3 milhões de visitas por dia atualmente. A companhia não revela qual foi o faturamento exato da Black Friday em 2012.

Para este ano, a companhia passará a oferecer descontos em diversos itens já a partir das 20h desta quinta-feira, 28. Além disso, realizará um segundo evento promocional na segunda-feira, a chamada "Cyber Monday". Segundo Dias, os itens vendidos na Black Friday terão até 70% de desconto e a companhia tem uma meta de entregar 90% dos itens comprados em até sete dias.

Tudo o que sabemos sobre:
comércioBlack FridayWalmart

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.