Corte aprova fusão da American Airlines com US Airways

A American Airlines recebeu uma aprovação judicial na corte de falências para a fusão com a US Airways e, com isso, criar a maior empresa aérea do mundo. "A fusão é um resultado excelente. Não acho que alguém coloque isso em dúvida", afirmou o juiz Sean H. Lane antes de emitir a decisão na quarta-feira (27).

Agencia Estado

28 de março de 2013 | 06h48

No entanto, o juiz não aprovou uma indenização de US$ 19,9 milhões para Tom Horton, atual CEO da AMR, controladora da American Airlines. Horton está em processo de saída da empresa. "Aprovar isso hoje simplesmente não é apropriado", disse Lane. O juiz pretende emitir uma decisão por escrito em uma data posterior detalhando sua decisão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
American AirlinesUS Airways

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.