Corte chilena aprova fusão da TAM com a LAN

O Tribunal de Defesa da Livre Concorrência do Chile (TDLC) aprovou nesta quarta-feira a fusão proposta entre a LAN e a TAM. A aprovação era o último obstáculo importante para a fusão no Chile, embora uma decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), principal órgão regulador antitruste no Brasil, esteja pendente.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

21 de setembro de 2011 | 13h22

O TDLC exigirá que as companhias implementem medidas de mitigação adicional. "As medidas buscam promover uma verdadeira concorrência no setor aéreo chileno e proteger os consumidores do impacto da fusão", afirmou o tribunal em comunicado.

Se concluída, a fusão criará a maior companhia aérea da América Latina e uma das maiores do mundo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoTAMLANChilefusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.