Credit Suisse eleva preço-alvo de ações de BB Seguridade e Porto Seguro

Analistas do Credit Suisse liderados por Victor Schabbel elevaram o preço-alvo em 12 meses para as ações da BB Seguridade, grupo segurador do Banco do Brasil, diante da expectativa de fortes resultados para o segundo trimestre.

REUTERS

21 de julho de 2014 | 07h55

Em nota a clientes divulgada no fim da sexta-feira, Schabbel e sua equipe elevaram o preço-alvo para 38 reais, ante 32 reais, com recomendação "overweight" (acima da média do mercado). Os analistas também elevaram o preço-alvo da Porto Seguro, maior seguradora independente do Brasil, para 32 reais, ante 31 reais, com recomendação "neutra".

"Embora mais resiliente que a maioria dos outros setores, o mercado de seguros não está totalmente protegido contra altos e baixos", disse a nota. "Em um mundo totalmente diferente, temos a BB Seguridade. Beneficiando-se das oportunidades existentes de venda cruzada e de um cenário em geral melhor para suas principais linhas de negócios, a gigante deve superar mais uma vez as expectativas do mercado."

No caso da SulAmérica, os analistas cortaram o preço-alvo para 15,80 reais, ante 18,50 reais, e mantiveram a recomendação "underweight" (abaixo da média do mercado) para o papel.

(Por Guillermo Parra-Bernal)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASCREDITSEGUROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.