Crédito no País cresce 20,5% em 2010 e atinge 46,6% do PIB

Segundo dados do BC, operações de crédito cresceram 1,6% em dezembro, na comparação com o mês anterior, resultando num estoque de R$ 1,7 trilhão

Fábio Graner e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

26 de janeiro de 2011 | 10h43

As operações de crédito do sistema financeiro cresceram no mês de dezembro 1,6%, atingindo R$ 1,703 trilhão. Com o resultado de dezembro, o estoque de financiamentos encerrou 2010 com alta de 20,5%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo Banco Central. O saldo de crédito com recursos livres cresceu em dezembro 1,5%, totalizando R$ 1,117 trilhão. No ano, esse segmento acumulou expansão de 17,1%.

O saldo de crédito com recursos direcionados somou R$ 586,179 bilhões com alta de 1,7% em dezembro e 27,5% no ano. As operações com pessoas físicas subiram 2,1% no mês e 21,9% no ano enquanto as operações com pessoas jurídicas aumentaram 1,1% no mês e 19,3% no ano.



Porcentual do PIB

Com o resultado de dezembro, o saldo de operações de crédito do sistema financeiro encerrou 2010 representando 46,6% do PIB, em R$ 1,703 trilhão. Em novembro, o estoque de financiamentos representava 46,3% do PIB e em dezembro de 2009, 44,4%.

As operações de crédito do sistema financeiro público cresceram 21,5% no ano passado, totalizando R$ 713,972 bilhões. Somente em dezembro, a alta foi de 1,4%. O sistema financeiro privado nacional fechou 2010 com alta de 22,4%, com estoque de R$ 693,594 bilhões. Em dezembro, a alta foi de 1,9%. O sistema financeiro estrangeiro terminou o ano passado com expansão de 13,9% e estoque de R$ 296,186 bilhões. Em dezembro a alta de 1,2%.

Base monetária

A base monetária - o total de papel emitido, somado às reservas bancárias - apresentou em dezembro expansão de 11%, na comparação com novembro. De acordo com dados divulgados pelo Banco Central, o montante ao final de dezembro somava, no conceito de média dos saldos, R$ 197,388 bilhões. No acumulado do ano de 2010, a base monetária cresceu 17,9% nesse conceito.

A contabilidade feita no final do período mostra que a base monetária cresceu 15,9% ante novembro e somou em 31 de dezembro R$ 206,853 bilhões. Nos doze meses do ano passado, a base monetária teve expansão de 24,6% por esse conceito.

Depósitos compulsórios

Bancos aumentaram o recolhimento do depósito compulsório nos depósitos a prazo e na alíquota adicional em R$ 65,335 bilhões no mês de dezembro. O aumento é reflexo especialmente das medidas macroprudenciais, que aumentaram alíquotas nessas categorias para tentar reduzir o fôlego do crescimento do crédito.

Segundo dados apresentados há pouco pelo BC, o total do compulsório recolhido pelos depósitos a prazo aumentou de R$ 73,783 bilhões para R$ 104,151 bilhões. Já na exigibilidade adicional, aumentou de R$ 100,754 bilhões em novembro para R$ 135,721 bilhões no último mês de 2010. Nos dois casos, o recolhimento é feito em espécie.

(Texto atualizado às 13h14)

Tudo o que sabemos sobre:
BCcréditoPIBjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.