Cresce número de famílias que se consideram endividadas em janeiro

Segundo pesquisa da CNC, total de consumidores pesquisados que se classificam como endividados saltou de 58,3% para 59,4%

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

18 de janeiro de 2011 | 11h11

O patamar de endividados aumentou de dezembro para janeiro. É o que mostrou hoje a Confederação Nacional do Comércio (CNC) em sua pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). A partir de dados coletados em todas as capitais e no Distrito Federal (DF), por meio de entrevistas com 17.800 consumidores, o total de consumidores pesquisados que se classificam como endividados saltou de 58,3% para 59,4%, de dezembro do ano passado para janeiro deste ano.

Porém, a CNC destacou que, em janeiro de 2010, o patamar de endividados era maior, de 61,2%. Na análise da entidade, o aumento nos gastos de fim de ano devido ao maior consumo no período do Natal conduziu a uma elevação natural do nível de endividamento em janeiro.

Ainda segundo a pesquisa, a fatia de consumidores com dívidas ou contas em atrasos diminuiu de 23,5% para 22,1% de dezembro para janeiro - sendo que o nível de inadimplentes era maior em janeiro de 2010 (29,8%). O porcentual de pesquisados que se declararam endividados mas sem condições de pagar seus débitos também caiu, de 8,3% para 7,9% de dezembro para janeiro - sendo inferior à fatia de entrevistados, neste mesmo quesito, em janeiro de 2010 (9,9%).

Tudo o que sabemos sobre:
famíliasCNCendividamentopesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.