Crise internacional ainda não chegou ao Brasil, diz Coutinho

Segundo o presidente do BNDES, investimentos no País estão sendo mantidos e o sistema bancário não está exposto a dificuldades extremas

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

19 de outubro de 2011 | 18h58

BRASÍLIA - O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, voltou a dizer nesta quarta-feira, 19, que a crise internacional "ainda não chegou ao Brasil". Segundo ele, o impacto no País é pequeno porque os investimentos estão sendo mantidos e o sistema bancário nacional não está exposto às dificuldades externas.

"E se a crise realmente vier, o Brasil pode ter um mix de políticas diferentes das anteriores, adotadas em 2008 e 2009. Devemos ter menos ativismo do lado fiscal e mais do lado monetário", disse ao deixar audiência pública na Câmara dos Deputados.

Tudo o que sabemos sobre:
bndescoutinhocrisebrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.